• Arquivo
  • Biblioteca
  • Hemeroteca
  • Mapoteca
  • Museu
  • Revista IHGB
Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Código de Referência

Notação Orig.

Notação Final

Notação Provisória

Data Limite

Série

Produtor

Destinatário

Ambito e Conteúdo

Características Físicas

Local

Data

Nº Documentos

Nº Páginas

Idioma

Autenticidade

Condições Acesso

Condições Reprodução

Indexação

Onomástico

Topônimos

Hist. Administrativa/Biografia

Dimensão/Suporte

Notas de Conservação

Notas Gerais

Endereço

Especie

Cromia

Processo

Dimensões/Imagem

Microfilme/Negativo

Anexos

Buscar todos os campos

Título

Fundo

Código de Referência

Notação Orig.

Notação Final

Notação Provisória

Data Limite

Série

Produtor

Destinatário

Ambito e Conteúdo

Características Físicas

Local

Data

Nº Documentos

Nº Páginas

Idioma

Autenticidade

Condições Acesso

Condições Reprodução

Indexação

Onomástico

Topônimos

Hist. Administrativa/Biografia

Dimensão/Suporte

Notas de Conservação

Notas Gerais

Endereço

Especie

Cromia

Processo

Dimensões/Imagem

Microfilme/Negativo

Anexos

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Autor

Autor Secundário

Classificação

Idioma

ISBN

Edição

Local/Editor

Data de Publicação

Descrição Física

Título de Série

Notas Gerais

Descritores

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Indicação de Responsabilidade

Designação Numérica

Imprenta

Descrição Física

Série

Notas

Resumo

Forma Física Adicional

Assunto

Idioma

Periodicidade

ISSN

Situação

Aquisição

País

Coleção

Buscar todos os campos

Título

Autor Principal

Autor Secundário

Classificação

ISSN

Título Periódico

Imprenta

Data Publicação

Referências

Notas Gerais

Resumo

Citados

Assunto

Termos Livres

Coleção

Buscar todos os campos

Título

Autor Principal

Autor Secundário

Classificação

Idioma

ISSN

Título Periódico

Local/Editor

Data de Publicação

Referências

Notas Gerais

Resumo

Citados

Assunto

Termos Livres

Bibliografias

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Autor Principal

Autor Secundário

Dados Matemáticos

Imprenta

Data Publicação

Descrição Física

Notas

Resumo

Assunto

Termos Livres

Coleção

Classificação

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Termo

Data/Época

Autor

Material

Fabricação/Origem

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Número

Autor Principal

Autor Secundário

Título Periódico

Data de Publicação

Referências

Notas

Resumo

Assunto

Termos Livres

Abertura

Prato Amostra, Uma Raridade Museológica

volume 283 abertura 1
Foto: Magda Beatriz Vilela

Uma das últimas aquisições do Instituto para seu acervo museológico – o prato amostra cuja imagem ora reproduzimos – é uma peça emblemática do universo das chamadas louças brasonadas.

Trata-se de peça extremamente rara, que sequer figura nas coleções do Museu Histórico Nacional e do Museu Imperial, e da qual presentemente se conhece apenas mais um exemplar, que, como a denominação sugere, destinava-se a oferecer, nas casas importadoras de louças européias, no Rio de Janeiro, modelos de iniciais, monogramas e coroas para decoração de serviços de porcelana.

Sua serventia era evidente, pois dispensava a ida do interessado às próprias manufaturas, bastando encomendá-las, a gosto, no comércio importador, dada a variada tipologia de modelos que ali se oferecia.

Por outro lado, a própria disposição com que tais adereços figuram no prato, à volta do brasão imperial, ornado com os ramos de fumo e café, por si só já traduz o que com elas eventuais adquirentes pretendiam mostrar a familiares, convivas e serviçais: a identificação com a Corte, em torno da qual se propunham gravitar, a prova do reconhecimento de serviços e da nobilitação do sangue, às vezes desprovido de maiores foros, e, mesmo no caso de não titulares, o toque diferenciador de requinte social.

O hábito de brasonar, aqui tomado lato sensu (pois se trata de iniciais, monogramas e coroas e não de escudos), na realidade, não se limitou às porcelanas. Brasonou-se tudo. De papéis de carta a mobiliário. De cristais a sinetes. De louças de quarto a encadernações de livros. De cartões de visita a talheres. De leques a arreios de montaria. De frontões de solares a pedras tumulares. E, em vários casos, com os próprios brasões de armas.

Tratava-se, na verdade, de um novo paradigma de viver e receber, como Wanderley Pinho bem destacou em seu Salões e Damas do Segundo Reinado, aqui introduzido a partir da vinda da Família Real, e que teve larga aceitação na chamada aristocracia brasileira, conhecendo-se, presentemente, mais de 220 serviços de tais louças, sendo que 56 titulares, em levantamento feito, em 2000, tiveram mais de uma baixela. Quem deles fazia uso, pelo só fato de tê-los, já dava provas de um “pertencer”, como bem assinalou Dominique Poulot em seminário no MHN.

Francisco Marques dos Santos, que teve em seu acervo tal exemplar, o expôs na Exposição de Louça Brasonada realizada, em 1943, no Museu Nacional de Belas Artes (lote 146), reproduzindo-o, posteriormente, no livroAs Artes Plásticas no Brasil, coordenado por Rodrigo Mello Franco de Andrade (1952). De então até o presente, tal peça simplesmente havia desaparecido do mercado.

Tal prato, pelas informações que agrega, reveste-se, pois, de particular importância para os estudos de louça histórica no Brasil.

Próximas Atividades