• Arquivo
  • Biblioteca
  • Hemeroteca
  • Mapoteca
  • Museu
  • Revista IHGB
Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Código de Referência

Notação Orig.

Notação Final

Notação Provisória

Data Limite

Série

Produtor

Destinatário

Ambito e Conteúdo

Características Físicas

Local

Data

Nº Documentos

Nº Páginas

Idioma

Autenticidade

Condições Acesso

Condições Reprodução

Indexação

Onomástico

Topônimos

Hist. Administrativa/Biografia

Dimensão/Suporte

Notas de Conservação

Notas Gerais

Endereço

Especie

Cromia

Processo

Dimensões/Imagem

Microfilme/Negativo

Anexos

Buscar todos os campos

Título

Fundo

Código de Referência

Notação Orig.

Notação Final

Notação Provisória

Data Limite

Série

Produtor

Destinatário

Ambito e Conteúdo

Características Físicas

Local

Data

Nº Documentos

Nº Páginas

Idioma

Autenticidade

Condições Acesso

Condições Reprodução

Indexação

Onomástico

Topônimos

Hist. Administrativa/Biografia

Dimensão/Suporte

Notas de Conservação

Notas Gerais

Endereço

Especie

Cromia

Processo

Dimensões/Imagem

Microfilme/Negativo

Anexos

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Autor

Autor Secundário

Classificação

Idioma

ISBN

Edição

Local/Editor

Data de Publicação

Descrição Física

Título de Série

Notas Gerais

Descritores

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Indicação de Responsabilidade

Designação Numérica

Imprenta

Descrição Física

Série

Notas

Resumo

Forma Física Adicional

Assunto

Idioma

Periodicidade

ISSN

Situação

Aquisição

País

Coleção

Buscar todos os campos

Título

Autor Principal

Autor Secundário

Classificação

ISSN

Título Periódico

Imprenta

Data Publicação

Referências

Notas Gerais

Resumo

Citados

Assunto

Termos Livres

Coleção

Buscar todos os campos

Título

Autor Principal

Autor Secundário

Classificação

Idioma

ISSN

Título Periódico

Local/Editor

Data de Publicação

Referências

Notas Gerais

Resumo

Citados

Assunto

Termos Livres

Bibliografias

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Autor Principal

Autor Secundário

Dados Matemáticos

Imprenta

Data Publicação

Descrição Física

Notas

Resumo

Assunto

Termos Livres

Coleção

Classificação

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Termo

Data/Época

Autor

Material

Fabricação/Origem

Escolha o acervo em que deseja realizar sua busca através das abas abaixo. Pesquise por campos específicos da ficha catalográfica individualmente ou em conjunto. Argumentos definidos em mais de um campo funcionam como filtro acumulativo para os resultados.

Buscar todos os campos

Título

Número

Autor Principal

Autor Secundário

Título Periódico

Data de Publicação

Referências

Notas

Resumo

Assunto

Termos Livres

Abertura

Gilberto Freyre na FLIP 2010 e no IHGB

254 abertura 1

Gilberto Freyre (1900-1987), consagrado autor de Casa grande & senzala e fundador do Movimento Regionalista, foi o homenageado da oitava edição da Feira Literária Internacional de Parati, realizada de 4 a 8 de agosto naquela cidade.

À conta disso, seu nome foi tema de mesas redondas (Além da casa grande, com Alberto da Costa e Silva, Maria Lucia Pallares-Burke e Ângela Alonso e mediação de Lilia Schwarcz; Repensando Freyre, com Peter Burke, Joaquim Falcão e Rosa Maria Araujo, e Gilberto Freyre e o século XXI, com José de Souza Martins, Peter Burke e Hermano Vianna), argumento de filme (Gilberto Freyre, o Cabral moderno, de Nelson Pereira dos Santos) e lançamento de livro, com leitura de trechos (De menino a homem, de sua autoria) e ocupou as páginas dos cadernos literários dos principais jornais. Fernando Henrique Cardoso, seu crítico dos anos 50 e 60, revisitou-o com um novo olhar, na conferência ‘Casa grande & senzala: um livro perene’, com que abriu o evento; Edson Nery da Fonseca seu conterrâneo, destacou-lhe a visão generalista que lhe permitia transitar da sociologia para a antropologia, sem deixar-se aprisionar nos jargões científicos (Prosa & Verso) e Raimundo Carrero, a busca continuada da excelência literária e do leitor comum (Ideias & Livros), ambos de 31 de julho.

254 abertura 2

Hoje transformado em verdadeira unanimidade, e com muitos escritos ainda por organizar, Freyre foi também lembrado por duas facetas em que é menos conhecido: a de poeta e pintor. Nery levou para a FLIP o poema “Bahia de todos os santos e de quase todos os pecados”, escrito por Freyre em 1926, muito antes, como destacou, da exaltação dos valores baianos por Ary Barroso e Dorival Caymmi, e chamou a atenção para a íntima ligação de sua pintura com a sua visão de sociólogo, “porque pintava casas grandes, senhoras de engenho, o capelão da casa grande, os assuntos eram sempre estes”.

Eleito sócio honorário do Instituto em 1954 e passando a correspondente em 1976, Freyre nele se acha presente não apenas em 80 títulos de sua obra, como também nas páginas de sua revista, com um sugestivo artigo sobre a obra de Pedro Calmon, onde se auto-intitula “um sociólogo da história” (R.IHGB, 147(351), abr./jun. 1986), e, ainda, na sua coleção de telas, com a pintura do Castelo da Torre de Garcia d’Ávila, oferecida ao Instituto por Marcos Carneiro de Mendonça e ora aqui reproduzida e cuja temática confirma a opinião acima referida.

Próximas Atividades

Não Há Eventos Disponíveis.